twitter.com/viajandodireito facebook.com/viajandodireito linkedin.com/company/1741762 youtube.com/viajandodireito Newsletter RSS UAI

Notícias

30/11/2015

Dicas para evitar furto ou extravio de bagagens

CapturarEnfrentar horas de voo, cansaço, ansiedade para pegar a bagagem e, no fim, descobrir que a mala foi extraviada. Ou, ainda pior, foi roubada. A situação mais temida pelos viajantes é corriqueira, não se resume às cidades mais perigosas e costuma causar mais transtornos do que parece. Afinal de contas, não é nada agradável estar em um novo lugar sem seus pertences, apenas com a sua roupa do corpo. Contudo, a boa notícia é que casos como esse podem ser evitados com pequenas medidas, tomadas pelo próprio viajante. Nem sempre é a falta de sorte que atrai os espertinhos, ou leva às falhas da companhia aérea.

Fatores como, por exemplo, utilizar malas muito valiosas, ou bolsas sem identificação facilitam a vida dos ladrões e também aumentam as chances de sua mala ser extraviada. Além disso, bolsas parecidas também podem causar confusão com outros passageiros, que podem trocá-las por engano na hora de pegar da esteira. Por isso, caracterizá-las é fundamental.

Vale lembrar que, no caso de extravio, nem sempre essas dicas funcionam. O desvio é responsabilidade exclusiva das companhias aéreas, que costumam ressarcir o cliente pela falha. Para receber a compensação, é preciso fazer o RIB (Relatório de Irregularidade de Bagagem), apresentando o comprovante de despacho ainda na sala de desembarque. As empresas não aceitam reclamações posteriores.

Para evitar qualquer tipo de transtorno durante a sua tão desejada viagem, é bom ficar atento. Confira, a seguir, algumas dicas para evitar qualquer dano com a sua bagagem!

– Evite malas muito sofisticadas. Ter uma bolsa de grife é legal, mas, por motivos óbvios, ela tende a atrair mais a atenção dos bandidos. Por isso, a dica é evitá-la. É muito mais agradável chegar com seus pertences no destino do que sair por aí ostentando uma mala que será despachada.

– Considere comprar uma mala de cor chamativa. Meio paradoxal pedir para evitar malas sofisticadas e comprar as chamativas, não? É que, por incrível que pareça, as malas mais comuns são os maiores alvos dos bandidos, justamente por serem facilmente confundíveis. Se a sua bolsa tiver cores convencionais, decore-a com fitas, adesivos e adereços que facilitem a identificação.

– Coloque cadeado em todos os zíperes da bagagem. Dica básica e indispensável! No entanto, evite os cadeados muito chamativos. Eles podem ser os primeiros alvos de desconfiança das empresas aéreas.

– Não deixe objetos de valor na mala que irá despachar. A dica parece simples e até repetitiva, mas é sempre bom lembrar. Dinheiro, joias, eletrônicos devem ficar na bagagem de mão! A empresa aérea até indeniza os passageiros, mas não pense que ela vai pagar milhares de dólares por aquele laptop valioso que você deixou na mala.

– Em último caso, coloque os objetos de valor no fundo da mala. De um modo geral, ladrões têm pouquíssimo tempo para agir e, por isso, costumam pegar os acessórios que estão na parte de cima.

– Considere declarar os itens que leva na mala. Sim, isso é possível. Existe um guichê só para declaram acessórios de valor que serão despachados. O serviço é cobrado à parte, mas, em último caso, vale muito a pena.

– Cuidado com os cochilos no saguão do aeroporto. Bateu sono entre uma escala e outra? Tome cuidado! Ladrões podem agir na hora que você cochilar.

– Fotografe sua mala por dentro e por fora. Isso irá te ajudar na hora de comprovar à companhia aérea o que tinha na sua bagagem e, consequentemente, facilitará o ressarcimento. Isso ainda ajuda na hora de devolvê-la.

– Não demore para chegar à esteira. Aeroportos não conferem bagagem no desembarque. Fique atento e chegue rápido ao local, pois é lá que os oportunistas costumam agir.

– Confira se está tudo em ordem ainda na esteira. Pegou sua mala? Veja ali mesmo se está tudo ok. Os aeroportos estão preparados para atender qualquer tipo de pessoa que teve a bagagem roubada ou extraviada.

– Teve a mala extraviada? Não saia da sala de desembarque! Como já dissemos, as companhias não aceitam reclamações depois que você sai desse setor.

– Retire as etiquetas de voos antigos. A etiquetagem serve para identificar para onde vai sua mala. Tire todas as outras, e deixe somente a atual. E não esqueça de ver se a etiqueta está com o destino certo. Isso também evita confusão.

– Chegue com antecedência para fazer o check-in. Chegar atrasado no aeroporto aumenta as chances de haver confusão na hora de despachar as malas.

– Considere os rastreadores de mala. Sim, o mercado já disponibiliza esse serviço. O principal dispositivo é o Trakdot, um pequeno aparelho que mostra onde está a sua bagagem. Ele desliga automaticamente quando o avião decola, e liga quando ele pousa. A localização é enviada em tempo real para seu e-mail e SMS. A tranquilidade de voar sem se preocupar compensa o preço, que não é lá muito barato.

Fonte: Pure Viagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte + dezessete =

 

Parceiros

Revista Travel 3