twitter.com/viajandodireito facebook.com/viajandodireito linkedin.com/company/1741762 youtube.com/viajandodireito Newsletter RSS UAI

Artigos

26/12/2019

Saiba como evitar problemas ao contratar uma agência de viagens

Viajando Direito

Existem viajantes que gostam de planejar cada detalhe das férias e contratar diretamente cada prestador de serviço, desde a companhia aérea ou empresa de ônibus, até o local de hospedagem. E há os que preferem contar com a comodidade de uma agência de viagens.

Porém, mesmo quem opta por adquirir um pacote diretamente de uma agência deve se atentar para alguns detalhes. Veja abaixo as dicas do Viajando Direito para ter uma melhor experiência e evitar problemas.

Siga o Viajando Direito nas redes sociais!

Instagram: @direitoviajando

Facebook: facebook.com/viajandodireito/

Twitter: @viajandodireito

DICAS PARA QUEM QUER CONTRATAR UMA AGÊNCIA DE TURISMO

CONSULTE O REGISTRO: Confira se a agência de viagens está devidamente registrada no Ministério do Turismo. Consulte o Cadastur ou a Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV).

RECLAMAÇÕES SÃO UM ALERTA: Consulte o Procon da sua cidade ou estado sobre a existência de reclamações contra a agência escolhida. O Reclame Aqui também é um bom indicador da credibilidade da empresa.

AÇÕES JUDICIAIS: Verifique nos sites dos tribunais de justiça dos estados (em Minas, o TJMG) se a empresa aparece como ré em uma quantidade significativa de processos. Empresas idôneas também podem ser alvo de processos judiciais, mas se a agência que você está pensando em contratar foi demandada muitas vezes, ligue o alerta!

REGULARIDADE FISCAL: Para exercer atividade empresária, toda pessoa jurídica deve estar regularizada perante a Receita Federal. Procure saber o número do CNPJ da empresa e verifique no site da Receita se os dados registrados lá, como nomeendereço e atividade econômica conferem com os que foram fornecidos a você no momento da contratação.

ANALISE O CONTRATO: Essa dica vale para todos os negócios que você for celebrar na vida. Não assine nada sem ler! Exija por escrito todas as especificações do pacote de excursão dentro das cidades visitadas. Caso o funcionário da agência prometa um serviço ou benefício extra, que não esteja incluído no pacote, solicite comprovação escrita da oferta.

GUARDE OS COMPROVANTES: Guarde todos comprovantes do serviço turístico contratado (contrato, anúncios, e-mails, bilhetes aéreos, ingressos, notas fiscais, entre outros). Eles são úteis para assegurar os direitos do consumidor em eventual confronto entre as condições previamente ajustadas e aquelas que foram oferecidas no momento da prestação dos serviços.

CONTATOS NECESSÁRIOS: Anote o número de telefone de contato do profissional responsável pelo pacote, a quem deverá recorrer, caso necessário.

BUSQUE REFERÊNCIAS: Sempre que possível, consulte alguém que já utilizou os serviços da empresa e colha o máximo de informações.

CUIDADO COM ARMADILHAS: Avalie, com cautela, os pacotes turísticos que oferecem preços bem inferiores aos praticados no mercado.

Em caso outras dúvidas, acesse o Viajando Direito e se informe. Uma boa viagem!

Viajando Direito

LEIA MAIS!

A greve dos transportes na França e a responsabilidade das empresas aéreas

Ações indenizatórias dos passageiros aéreos: a atuação das startups

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 1 =

 

Parceiros

Revista Travel 3