twitter.com/viajandodireito facebook.com/viajandodireito linkedin.com/company/1741762 youtube.com/viajandodireito Newsletter RSS UAI

Notícias

24/01/2013

Conheça os mimos que só viagens de 1ª classe oferecem

Adega a bordo permite ao passageiro de primeira classe da Emirates escolher e adquirir vinhos especiais

Viajar 10 ou 14 horas de avião pode ser uma experiência muito agradável, se for na primeira classe. Além do conforto de suítes privativas, com poltronas que reclinam até se transformarem em cama, menus exclusivos assinados por chefs renomados e modernos sistemas de entretenimento, os passageiros da área exclusiva de diversas companhias aéreas ganham nécessaires com produtos Bvlgari, La Prairie e pijamas com pantufas.

Mimos como estes são para poucos, já que os preços podem chegar a US$ 20 mil. Mas, para quem faz questão de escolher entre vinhos e champanhes de diversas partes do planeta ou se deliciar com menus exclusivos, o custo é um mero detalhe.

O agrado das empresas já começa no aeroporto. Verdadeiros lounges com alimentos e bebidas, salas de descanso, estações de trabalho (com computador, internet sem fio, telefone e material de escritório) e banheiros com chuveiros são algumas regalias oferecidas aos clientes vips. Em algumas companhias, como a Lufthansa, a Swiss Airlines, a Delta e a Emirates carros de luxo e blindados como Mercedes-Benz, Porsche Cayenne e até limousine fazem o traslado do passageiro do hotel ou do portão de embarque até a porta da aeronave, tudo incluído no preço.

“Carros blindados buscam os passageiros em um raio de até 70 quilômetros do aeroporto. O mesmo serviço está disponível na chegada à Dubai”, afirma Ralf Aasmann, diretor-geral da Emirates no Brasil. “Não se trata apenas de conforto. Queremos que os que optam pela primeira classe tenham uma experiência única ao voar Emirates”, completa. O executivo afirma que, geralmente, os passageiros da área exclusiva da Emirates são executivos que vão à Dubai a trabalho ou pessoas com poder aquisitivo bastante elevado que vão a passeio.

Dentro do avião, conforto é a palavra-chave. Na Emirates, ao todo, oito passageiros usufruem de suítes privativas com sinal luminoso que o passageiro liga se não quiser ser incomodado, guarda-roupa, minibar, pijama e chinelo, TV de 27 polegadas sensível ao toque e poltrona totalmente reclinável que vira cama com colchão. “Tudo para deixá-los o mais confortável possível”.

Na Swiss First, o assento possui carenagem alta, garantindo maior privacidade, e foi inspirado na poltrona Eames Lounge Chair, desenhada na década de 50 pelos designers americanos Charles e Ray Eames.

Presentinhos e produtos de primeira necessidade são um capítulo à parte. Os passageiros da Emirates recebem uma nécessaire de couro com produtos assinados pela Bvlgari, distinta entre homens e mulher. Na Swiss os produtos são da marca suíça La Prairie.

As refeições são assinadas por chefes renomados e servidas em pratos de porcelana. O serviço é à la carte, ou seja, os passageiros podem escolher o que comer na hora que desejar. O cardápio muda frequentemente, de acordo com as estações e com os países de origem/destino. Nos voos da Emirates para São Paulo, por exemplo, o menu é inspirado na culinária brasileira, com pratos como churrasco e frango assado. “O horário de partida dos voos é à 1h25. Nesse horário, muitos passageiros já jantaram e podem optar por pratos mais leves, como saladas e sanduíches”.

Na Lufthansa, a primeira classe também oferece cardápios sazonais, assinados por chefs famosos donos de restaurantes conhecidos em suas localidades. “Entram no menu um sabor local tanto na América Latina como em outras regiões do mundo. As frutas são típicas e as bebidas também. Um bom exemplo é a caipirinha para os executivos aqui do Brasil”, diz Joerg Waber, diretor de comunicação para América Latina da Lufthansa.

Fonte: Brasil Econômico

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × 3 =

 

Parceiros

Revista Travel 3