twitter.com/viajandodireito facebook.com/viajandodireito linkedin.com/company/1741762 youtube.com/viajandodireito Newsletter RSS UAI

Na Imprensa

07/11/2012

Minas intensifica reivindicação por posto da Anac em Confins

Mineiros voltam a pressionar o governo a implantar um posto de apoio aos passageiros no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins.

Nesta quarta-feira (7), a advogada especialista em Direito do Turismo, Luciana Atheniense, vai entregar na sede da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em Brasília, um manifesto de entidades mineiras, pedindo um posto da Agência em Confins.

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves é o quinto maior aeroporto brasileiro em movimento e o primeiro de uma lista onde não há o atendimento presencial da Anac. Os outros quatro maiores todos têm esse conforto para os passageiros que tiveram algum direito desrespeitado.

A advogada explicou como começou a mobilização. “Essa ideia surgiu pela insatisfação dos consumidores mineiros de não conseguir entrar em contato, seja pela internet ou pelo telefone, de forma eficaz junto à Anac. Isso, no momento em que você tem um voô cancelado, ou um atraso, ou falta de assistência adequada pela companhia aérea, isso não facilita para o consumidor”, afirmou.

Ela ressaltou ainda o que o aumento na movimentação no terminal é uma das principais causas que fez com que entidades civis se juntassem à reivindicação.

“O que mobilizou as entidades civis para se unirem em relação a isso, é que do ano passado para este ano, Confins teve um aumento de quase 18% de movimento. Quer dizer, nós somos o quinto maior aeroporto do Brasil, mas, infelizmente, não temos um atendimento presencial”, disse.

O manifesto é assinado por aproximadamente 50 Procons de Minas Gerais, além de entidades do setor turístico.

Confira a matéria completa do repórter Carlos Viana. Clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × dois =

 

Parceiros

Revista Travel 3