twitter.com/viajandodireito facebook.com/viajandodireito linkedin.com/company/1741762 youtube.com/viajandodireito Newsletter RSS UAI

Artigos

20/02/2020

No Carnaval, Polícia usará ‘bafômetro’ que não precisa ser assoprado

Operação da PRF terá equipamento que detecta álcool ao se aproximar de motorista

Viajando Direito – Bafômetro

A recomendação é a mesma no Carnaval ou fora dele: se beber, não dirija. E para combater motoristas que insistem em descumprir essa regra, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) usará em Minas Gerais na Operação Carnaval deste ano 300 bafômetros “passivos”.

Esse tipo de equipamento detecta o uso de álcool apenas pela proximidade, sem a necessidade de contato com o com o motorista. Ou seja, não é necessário assoprar o etilômetro.

De acordo com o art. 306. do Código de Trânsito Brasileiro, dirigir sob efeito de álcool ou outra substância psicoativa configura crime com pena de detenção de seis meses a três anos.

A conduta ainda é considerada infração gravíssima, punida com suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) por 12 meses e multa de R$2.934,70. Quem se negar a fazer o teste também está sujeito à multa e apreensão do veículo.


Operação Carnaval


Minas Gerais é estado com a maior malha viária do país e terá 830 policiais participando da Operação Carnaval, que começa nesta sexta-feira (21) e vai até a Quarta-feira de Cinzas (26).

A PRF vai restringir o tráfego de bitrens, cegonheiras carregadas e outros veículos de grande porte e com cargas excedentes em rodovias federais de pistas simples, nos horários de maior movimentação de veículos.

Fonte: Estado de Minas

SIGA O VIAJANDO DIREITO NAS REDES SOCIAIS

Instagram: @DireitoViajando

Facebook.com/ViajandoDireito

Twitter: @ViajandoDireito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =

 

Parceiros

Revista Travel 3