twitter.com/viajandodireito facebook.com/viajandodireito linkedin.com/company/1741762 youtube.com/viajandodireito Newsletter RSS UAI

Decisões Judiciais

10/09/2009

Zeca Pagodinho quer mais do que R$ 10 mil por danos durante viagem

O cantor Zeca Pagodinho anunciou ontem (09) haver ingressado com apelação, para tentar majorar a condenação imposta à Primeiro Nível Operadora de Turismo Ltda. e à empresa aérea Aerolíneas Argentinas.

Ambas foram condenadas a pagar R$ 10 mil por conta de problemas no voo de volta da cidade de Bariloche, na Argentina, no ano passado.

Zeca entrou com uma ação contra as empresas após enfrentar problemas, junto com outras seis pessoas, em julho do ano passado, ao comprar um pacote de férias para Bariloche. Segundo o cantor, durante o período de sete dias em que esteve na cidade de destino, não obteve auxílio dos agentes locais da operadora de turismo e, no momento do retorno ao Brasil, enfrentou um atraso de mais de quatro horas para embarcar no voo.

Além disso, durante o percurso, a aeronave, ao fazer escala na cidade de Buenos Aires, permaneceu aproximadamente duas horas em solo, sem que fosse permitida a descida de passageiros.

De acordo com o cantor, “os banheiros estavam entupidos, não possuíam condições de higiene e as demais instalações da aeronave apresentavam graves sinais de deterioração”. Ele disse também que a tripulação só falava inglês e espanhol e não respondia às perguntas dos brasileiros que eram “quase unanimidade entre os passageiros”.

“O valor da indenização de apenas R$ 10 mil foi um prêmio para as empresas – isso nunca vai desestimular essa prática de desrespeito do consumidor”, disse o advogado Silvio Guerra, que atua em nome do artista. A sentença de primeiro grau foi proferida pelo juiz Alessandro Oliveira Felix, da 51ª Vara Cível do Rio.

Fonte: Espaço Vital

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

catorze − 5 =

 

Parceiros

Revista Travel 3