twitter.com/viajandodireito facebook.com/viajandodireito linkedin.com/company/1741762 youtube.com/viajandodireito Newsletter RSS UAI

Notícias

27/02/2014

Especial carnaval – Ladrões se aproveitam de passageiros distraídos em aeroportos para furtar

1Atenção, senhores passageiros, vamos mostrar agora, o porque da necessidade de estar mesmo muito atento quando for embarcar em algum aeroporto brasileiro. Aeroporto de Confins, início da tarde. A mulher, atenta ao check in, deixa a bolsa completamente aberta.

Vídeo: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2014/02/ladroes-se-aproveitam-de-passageiros-distraidos-em-aeroportos-para-furtar.html

Jornal Nacional: Nós já estamos aqui há mais ou menos uns quatro minutos, a senhora já saiu desse terminal, já foi para o outro, a bolsa continua aqui, aberta. Dinheiro, celular, cartão… A gente está bem próximo da bolsa, ela continua distraída. Não viu a gente. Vamos ver se ela vai notar agora. A distração, nada… continua tentando.

Quando ela finalmente se vira, percebe a displicência.

Lira de Souza Lima, gerente administrativa: Eu deixei a carteira, tudo aberto aqui.

Jornal Nacional: A senhora sabe que eu estou aqui há quase cinco minutos cuidando da sua bolsa?

Lira: Você é um anjo, viu. Que Deus te abençoe. É muito risco, vacilei feio. Obrigada.

Imagens do circuito de segurança de Confins mostram uma passageira de costas para o carrinho com a bagagem. O homem fala ao celular. Fica dois minutos observando, em seguida se aproxima, pega a bolsa e sai. Já no andar de cima, está sem a boina e rapidamente troca de camisa. A mulher leva três minutos para notar o furto.

Não é difícil encontrar passageiros distraídos em aeroportos. Um cochilo aqui, outro ali, malas sem ninguém por perto.  “E eu acabei de deixar a minha mala ali. Então assim, quase que eu a perco também”, declara Jerry de Lima, empresário.

Dados da Polícia Civil mostram que o número de furtos no Aeroporto de Confins aumentou 74% no ano passado em relação a 2012.  “Os principais furtos que acontecem na área do saguão são bolsas. As mulheres são as principais vítimas. Elas vão ao banheiro, esquecem as bolsas em cima da pia. Ou deixam o celular. Pessoas se aproveitam da distração, pegam a bolsa e saem rapidamente”, revela Jonas Tomazzi, delegado.

Uma quadrilha que já vinha sendo monitorada no Aeroporto de Guarulhos tentou agir mais uma vez. Um homem de blazer chega com uma bolsa na mão. Se aproxima de uma passageira que estava embarcando e, minutos depois, tenta ir embora com a bolsa da mulher. Ela percebe e consegue recuperar. O homem foi preso em outro terminal. De acordo com a polícia paulista, esse mesmo homem já tinha sido preso outra vez com uma boina, semelhante ao homem flagrado furtando no Aeroporto de Confins.

“Há muitas quadrilhas de latinos vindo furtar aqui em São Paulo. Por exemplo, um peruado que nós apreendemos três vezes no ano passado, ele vem sempre furtar aqui no aeroporto. Quando ele apita a fiança, porque o delegado é obrigado a apitar fiança no furto simples, ele vai embora e vem no dia seguinte furtar”, declara Osvaldo Nico, delegado-SP.

Carolina chegou de uma viagem do exterior, e mesmo com sono… “Estou de olho, porque é perigoso. Não pode roubar não. Tem muita coisa valiosa aqui”, diz.

Fonte: G1/Jornal Nacional

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

9 − 4 =

 

Parceiros

Revista Travel 3